segunda-feira, 10 de março de 2008

A queda de um anjo

Falhei.... Não esperava que sucedesse desta maneira...

Tenho estado enfiado na cama sem qualquer vontade de enfrentar o sucedido... Nem almoço, nem água. Tenho estado só com a minha consciência ensurdecedora.

Hoje os meus colegas súbditos de minha majestade Reipositor interpelaram-me com o à vontade que eu costumo permitir-lhes:

- Colega... Você ontem enganou-se - Foi uma chapadona daquelas de mandar baba pelo canto da boca.

- Eu??? - Exclamei supreso e algo indignado...
- Enganaste-te ao colocar as conservas de tomate - Retorquiu a colega.
- Vamos lá ver isso - Eu tentando manter a calma e a pose (ou mesmo pôse)
Era a mais pura das verdades... Imaculada qual Nossa Senhora. Eu tinha me enganado. O tomate em PEDAÇOS estava misturado com o tomate PELADO!!!
Como pôde? É um lapso que um súbdito poderá ter. Facilmente perdoado. Agora um Reipositor?
Um título que eu concedi a mim próprio como Napoleão quando se proclamou imperador não me dá apenas um certo estatuto... Dá-me altas responsabilidades. Eu não posso falhar assim.
Aguentei como pude as restantes horas. Eu precisava de introspecção séria.
A auto-mutilação passou-me pela cabeça... Mas caramba, não falhou também Júlio César, Alexandre o Grande, Napoleão Bonaparte, António Guterres, Henrique Mitchell de Paiva Couceiro, Mahatma Ghandi ou mesmo Santana Lopes?
Não desculpa de todo... Longas horas de mágoa e desorientação comigo proprio. Este acontecimento deixou cicatrizes.

3 comentários:

super vanda disse...

OH O DRAMA! O MUNDO VAI ACABAR! lol

Anônimo disse...

E o REIpositor vai nú? :)

Umbiga disse...

a culpa é sempre dos tomates!